sábado, 17 de maio de 2008


O ANTAGONISMO DA VIDA ADULTA



A vida conduz uma pessoa a encarar os seus medos de frente. Se você tenta fugir eles aparecem em seus sonhos, ou então, crescem como fantasmas em sua imaginação.


Se existem algumas verdades que eu aprendi na vida, uma delas é: O problema que você não resolve você o carrega. Esse é um princípio fundamental no âmago da vida adulta.

Nesses sistemas que pertencem à vida as fugas não adiantam. O campo da fantasia, o fantástico mundo de Bob, é desconstruído em nosso amadurecimento. O contato com a realidade passa a despertar as nossas energias, a catarata que criamos com os nossos arquétipos dá lugar à clareza.

O recesso da nossa idade emocional, criada pelo próprio coma emocional, dá lugar renascer da vida desmistificando os seus sinais e enigmas.

Assim crescemos. Em meio às dores e imprevistos.

Assim vivemos. Em meio à realidade que nos fixamos como íman.

Assim entendemos que o contentamento é que é O Segredo. A simplicidade e a leveza são as raízes da vida que fortalece e nos prepara para pequenos e grandes acontecimentos.

PEDRO HENRIQUE CURVELO

MAIO DE 2008

Um comentário:

Danieli disse...

Gostaria de deixar um unico comentario a respeito dos temas abordados aqui ou melhor um comentario parabenizando o escritor
Pedro Henrique por sua riqueza de detalhes e esclaricimento de assuntos da realidade.Pedro que vc continue acrescentando informações e um pensamento critico em seus leitores. Sucesso!